Mais Teatro, Brasil: Quanto mais união, melhor


Entre as manifestações culturais, o teatro é uma das mais democráticas. Apesar de hoje termos peças a preços muito além do potencial financeiro de muitos brasileiros, sempre há uma companhia oferecendo espetáculos e preços populares ou mesmo gratuitamente. Na escola, muita gente teve acesso à educação artística com encenação de pequenas peças. Até psicólogos podem fazer uso do teatro para incentivar os mais tímidos a se soltarem e até encontrarem um nova vocação.

Por gostar tanto desta arte, topei na hora participar da blogagem coletiva do “Mais Teatro, Brasil” a convite da queridíssima Sam Shiraishi e que reune diversos blogueiro em prol de um bem maior. Aliás, é nisso que acredito: as grandes mudanças culturais e artísticas no Brasil sempre estiveram ligadas à movimentação da massa. Logo, não é clichê dizer que a união faz a força e quanto mais juntos, melhor.

Para também apoiar a campanha, que visa divulgar a importância do teatro no País – afinal, ainda há muitas cidades que não têm sequer uma sala para apresentação ou um palco profissional – pode se informar sobre a blogagem no blog da Sam ou acessar o site com mais explicações.

O Máquina dá a maior força… e você?

Informações:
Mais Teatro, Brasil!
www.maisteatrobrasil.org

4 respostas para Mais Teatro, Brasil: Quanto mais união, melhor

  1. Renata Macedo disse:

    Isa, adorei o post!!!! Vou divulgar. Bjão

  2. […] @poperotico @penachiando @kakah @alinedexheimer @vanessa_aguiar @mr_biglia @ @zeroigveriserpa @lindote @senhorvillela @anamodesto @enzobuzz @gnsbrasil @angelaernesto @ericmesa @hipotermia @ilankriger […]

  3. Isa, comecei a comentar, mas desisti, estou fazendo um novo post e citando o quanto gostei dos participantes. E peguei aspas suas, tá?
    Muito obrigada pela participação, espero que possa aproveitar os créditos que ganhou da Cennarium por contribuir com o movimento #maisteatro. A assessoria deles já está com seu contato e vai lhe enviar por e-mail as instruções ok?

  4. […] feliz por ver gente de áreas tão diversas ligadas no movimento. No Máquina de Fazer Doido a jornalista carioca Isabele Lindote chamou atenção para algo que aprecio muito em chances como […]

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: