BBB10: Líder Kadu na espera do anjo e do big fone

Em uma semana e dois dias de jogo, chega a ser engraçado ver como algumas pessoas acreditam terem desvendado os mistérios do reality e incrível como a ficha de outras começa realmente a cair.


De um lado, Tessália, Michel, Eliéser, Cláudia, Dicésar e Fernanda confabulam sobre o que o público gosta, quem são os preferidos para ganhar o prêmio, porquê é preciso limar fulano ou sicrano e qual é a melhor forma de angariar a simpatia alheia. A “rainha do twitter” tem conseguido ser patética ao queimar sujas fichas em menos de 10 dias e ainda engatou um romance com o judeu da casa, depois de ficar amigo do gay fofo. Previsivelmente alternativo. Eliéser e Cláudia já cansaram no primeiro dia como casal: o primeiro se acha o último biscoito do pacote e tenta conseguir seguidores, já a segunda tem certamente o corpo mais bonito da edição, mas não segurou a pressão da tática grudenta do loiro e tende a se perder de vez, mesmo estando na equipe mais forte neste momento do jogo. Dicésar é carismático e faz a alegria de muitos, mas já se tornou alvo exatamente por isso. Para piorar, tem caído no jogo do coitadinho e demonstrado que preconceito vai muito além da sexualidade – com aval da dentista Fernanda, que quem sabe acorde em uma próxima prova de resistência.


Do outro estão Alex, Dourado e Kadu. Cada um em seu momento de “lucidez” no jogo, os três são os que melhor conseguem enxergar as táticas femininas de sedução para ganhar aliados, bem como querem garantir o espaço na casa e a chance de chegar ao prêmio com o mínimo de raciocínio. Alex se mostrou cabeça ao extremo, chegando a ser pedante nos primeiros dias, mas encontrou o prumo e mostrar que é possível se carismático (tomou conta da cozinha da casa grande) e ao mesmo tempo não precisar se esfregar com a primeira que der mole. Dourado está na defensiva, claro, afinal só toma porrada de todos os lados, mas não cedeu aos apelos de ser obrigado a achar lindo agarrar os coloridos se não tem vontade. Como minoria que é na casa, preciso sim de aliados. Kadu começa a buscar entrar no jogo, principalmente por ouvir os conselhos dos dois primeiros, mas seu potencial como jogar pode ficar prejudicado pelo excesso de envolvimento.


E claro, sempre há o meio. Anamara, Marcela, Eliane, Uilliam, Angélica, Serginho e Elenita tentam ver algo, mas por enquanto flutuam entre o papel de escada para os outros brothers e samambaias que não sabem se tomam sol, malham, enchem a cara nas festas ou reclamam da vida. Realmente são muitos problemas e decisões a tomar em UMA semana de jogo, não é mesmo?


Com o fortão e sensível Kadu como líder, será decisivo saber quem será imunizado pelo anjo, bem como quem cairá no paredão pelo big fone. O carioca começa a tentar enxergar, mas o fato de ser querido com todos e por todos, de todas as tribos, tende a ser uma desvantagem, um tiro no pé. No entanto, se ele seguir a postura de “quero votar em alguém que saia” e conseguir ler o jogo, pode sair ileso da empreitada. Com os Sarados imunes, restarão poucas opções e as atitudes da galera até domingo serão determinantes, muito mais do que as afinidades.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: